A elétrica EDP Renováveis anunciou acordo com uma afiliada da empresa de private equity Actis para a venda de um parque eólico na Bahia por R$ 650 milhões, ou R$ 1,2 bilhão, incluindo as dívidas vinculadas ao ativo, segundo comunicado feito hoje (29) pela empresa.

A companhia do grupo português EDP disse que o negócio envolve o parque Babilônia, já em operação desde o quarto trimestre de 2018, com 137 megawatts em capacidade instalada. O empreendimento pertence 100% à EDP Renováveis e vendeu a produção em um leilão realizado pelo governo em 2015.

iStock
Empresa de private equity assume dívidas do negócio do grupo português

“O negócio anunciado hoje é parte de uma estratégia de rotação de ativos, o que significa a venda de fatias majoritárias em projetos em operação ou em desenvolvimento, permitindo à EDP R acelerar a criação de valor e reciclar capital para investir em crescimento adicional”, disse a EDP Renováveis em nota.

A operação, sujeita a aprovações e outras condicionantes, deve ser concluída no quarto trimestre deste ano.

A EDP Renováveis acrescentou que, com o negócio, já executou cerca de 25% de sua meta de obter 4 bilhões de euros entre 2019 e 2022 com a estratégia de rotação de ativos, anunciada em março.