Segundo o banco, há 10,4 milhões de trabalhadores com direito ao saque das cotas do PIS em todo o Brasil.

Fachada da Caixa Econômica Federal, no Centro do Rio — Foto: Henrique Coelho/ G1
Fachada da Caixa Econômica Federal, no Centro do Rio — Foto: Henrique Coelho

A Caixa Econômica Federal vai começar a pagar em 19 de agosto os recursos das cotas do PIS – uma modalidade diferente do abono salarial. Tem cotas do PIS somente quem trabalhou com carteira assinada na iniciativa privada entre 1971 e 1988. Os pagamentos das cotas do Pasep (referentes servidores públicos civis ou militares) serão feitos pelo Banco do Brasil. O calendário desses saques ainda não foi divulgado.

Esse fundo é pago somente uma vez, ou seja, uma vez retirado o dinheiro por quem tem direito, o saldo é zerado. O fundo, que inclui ainda as cotas do Pasep (formada por depósitos de servidores públicos civis e miltares) tem hoje cerca de R$ 22,8 bilhões em depósitos nesse fundo.

Segundo a Caixa, há 10,4 milhões de trabalhadores com direito ao saque das cotas do PIS em todo o Brasil. O pagamento das contas poderá movimentar até R$ 18,3 bilhões.

Os pagamentos poderão ser realizados por meio de crédito em conta na Caixa, com o Cartão do Cidadão e senha nas Lotéricas, Caixa Aqui e terminais de Autoatendimento ou nas agências do banco.

Em caso de cotista falecido, os dependentes terão acesso aos recursos apresentando a certidão de dependente do INSS. No caso de sucessores, será preciso apresentar uma declaração de consenso entre as partes e declarar que não há outros herdeiros conhecidos.

Calendário

  • Cotistas com conta na Caixa: crédito em conta a partir de 19/8/2019
  • Cotistas sem conta na Caixa, com 60 anos ou mais: saque liberado a partir de 26/8/2019
  • Cotistas sem conta na Caixa, com até 59 anos: a partir de 2/9/2019
  • Não há prazo final para os saques