SÃO PAULO – As taxas oferecidas pelos títulos públicos negociados no Tesouro Direto, programa que possibilita a compra e venda de papéis por investidores pessoas físicas por meio da internet, operam em forte alta na abertura dos negócios desta sexta-feira, enquanto a Bolsa brasileira registra queda e o dólar sobe.

No noticiário do dia, circulam versões conflitantes sobre o avanço das conversas entre os representantes do EUA e da China para a chegada da primeira fase de um acordo para colocar fim à guerra comercial travada entre os dois países.

A revisão das tarifas existentes, que faz parte da condição imposta por Pequim para assinar a primeira fase, enfrenta feroz oposição dentro da Casa Branca, segundo várias fontes familiarizadas citadas pela agência Reuters. A informação contrasta com declarações da véspera do Ministério do Comércio da China, que, mesmo sem estabelecer um cronograma, afirmou que os dois países concordaram em cancelar as tarifas impostas ao longo do conflito comercial.

Enquanto isso, a porta-voz da Casa Branca, Stephanie Grisham, disse ao Fox News Channel que os Estados Unidos estão “muito, muito otimistas” em concluir um acordo.

No Brasil, as atenções se voltam à cena política, depois da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de revogar a possibilidade de prisão após condenação em segunda instância, o que deve beneficiar quase cinco mil pessoas presas atualmente, inclusive o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Em meio ao aumento das tensões, as taxas dos títulos públicos sobem em relação aos prêmios da manhã de quinta-feira. Dentre os papéis com retorno indexado à inflação, a taxa do Tesouro IPCA+ 2024 subia de 2,09% para 2,18% ao ano, enquanto o Tesouro IPCA+ com juros semestrais 2035 tinha avanço de 2,82% para 2,94%.

Entre os títulos com rentabilidade prefixada, a taxa oferecida pelo Tesouro Prefixado 2022 subia de 4,99% para 5,09% ao ano, enquanto o prêmio do Tesouro Prefixado com juros semestrais 2029 aumentava de 6,42% para 6,64% ao ano.

O Tesouro Direto é considerado a opção de investimento com o menor risco no Brasil e com ampla acessibilidade, dado o investimento mínimo a partir de R$ 30. Outra vantagem do programa diz respeito à liquidez, com a possibilidade de recompra diária dos títulos públicos pelo Tesouro.

O investidor pode aplicar em títulos públicos diretamente pelo site do Tesouro, se cadastrando primeiro no portal e abrindo uma conta em uma corretora, como a Rico Investimentos, por exemplo, para intermediar as transações. Atualmente, a maior parte das instituições financeiras habilitadas a operar no programa não cobra taxa de administração.

O único custo obrigatório que recai sobre o investimento em títulos públicos pelo Tesouro Direto corresponde à taxa de custódia, de 0,25% ao ano sobre o valor dos títulos, cobrada semestralmente no início dos meses de janeiro e de julho.

Saia da poupança e faça seu dinheiro render mais: abra uma conta gratuita na Rico

© 2000-2019 InfoMoney. Todos os direitos reservados.

O InfoMoney preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui